Após uma tentativa fracassada de inflar o módulo expansível de atividade BEAM (Módulo de Atividade Expansível Bigelow), no dia 28 de Maio, a NASA finalmente conseguiu inflar o módulo.

A NASA iniciou a segunda tentativa de inflar o módulo BEAM na manhã do sábado (28), com técnicos enchendo de ar o BEAM em intervalos de segundos. Até o fim da tarde, ele tinha chegado a 1,7 metros.

Meu ouvido recebia o som de pipoca estourando enquanto o BEAM expandia. Os sons, segundo oficiais, são os “barulhos que queremos continuar ouvindo conforme o módulo continue sua expansão.”

Após acabar de inflar o módulo, a NASA foi para o passo seguinte, que envolvia a pressurização do BEAM.

Se conseguir fazer o módulo atingir capacidade total, ele permanecerá ligado à Estação Espacial Internacional por dois anos pra astronautas realizarem estudos sobre o seu desempenho. Depois disso, especialistas determinarão se ele pode ou não ser usado por astronautas que forem enviados a Marte.

Fonte: NASA