A estrela IRAS 14568-6394, ainda não possui um nome fácil, isso porque ela é tão nova que ainda não foi batizada.

Esta imagem da ESA (Agência Espacial Europeia, da sigla em inglês) mostra uma estrela jovem envolta em um véu dourado de luz. Eventualmente, o gás que ela está emitindo — em velocidades que ultrapassam a velocidade do som — queimará entre nuvens de poeira e gás, revelando a estrela em toda sua glória. Talvez, quando isso acontecer, ela terá um nome.

A estrela, que está a pelo menos 2.280 anos luz de distância, foi fotografada pelo telescópio Hubble em luz visível e infravermelho. Há outras novas estrelas na mesma região — que é conhecida como complexo de nuvem molecular Circinus. Nos próximos séculos, essas estrelas formarão uma brilhante constelação.

Fonte: ESA