Timothy Joseph Elzinga, um fotógrafo semiprofissional, acordou no começo de uma amanhã para atender ao chamado de seu filho de dois anos, que chorava. Quando olhou pela janela, se deparou com uma visão espetacular e rara conhecida como “pilares de luz” Inteligentemente, pegou sua câmera e capturou algumas das imagens mais incríveis já registradas desse fenômeno natural.

Esses feixeis verticais de luzes multicoloridas parecem auroras, mas aparecem quando uma luz natural ou artificial salta dos cristais de gelo que flutuam próximo ao solo. Aqui, o ar no norte de Ontário estava tão gelado que os cristais de gelo se formavam no alto, refletindo as ruas da cidade e as luzes dos estabelecimentos. Elzinga, que mora em North Bay, observou essa exibição majestosa de luz por cerca de 45 minutos, a partir das 1h30 da manhã, no horário local. Ele conseguiu até capturar um vídeo do evento raro (ele tem seu próprio canal no YouTube).

“Eu consegui capturar essas imagens porque as luzes estavam muito brilhantes e nítidas e por usar as configurações manuais do meu celular para ajustar o tempo de abertura (do obturador) para oito segundos”, explicou Elzinga. “Também abri a janela e removi a tela de proteção para conseguir uma visão sem obstruções. Então, usei a borda da janela como um tripé improvisado para evitar borrão por causa de movimento.”

Elzinga correu para fora para ver se conseguia tirar mais fotos e até saiu com o carro. Mas os pilares de luz pareciam ficar melhor a partir de seu ponto inicial, já que uma grande colina com florestas atrás de sua casa dava proteção contra a poluição luminosa. Na hora, ele não sabia para o que exatamente estava olhando. Só foi descobrir o nome do fenômeno após um pouco de pesquisa.

“Foi algo quase sobrenatural e, embora as imagens tenham ficado incríveis, eu diria que foi ainda mais legal presencialmente”, encerrou Elzinga.